maconha e aplicações médicas

CBD para Transtorno Bipolar: Ajuda?

O transtorno bipolar refere-se a um grupo de transtornos de saúde mental que causam extremos altos e baixos de humor. De acordo com o Instituto Nacional de Saúde Mental (NIMS), 4,4% dos adultos nos Estados Unidos experimentam transtorno bipolar em algum momento de suas vidas. 1

Uma pessoa com transtorno bipolar, anteriormente conhecida como transtorno maníaco depressivo, experimenta flutuações de humor que interferem no seu funcionamento diário em relacionamentos, trabalho, escola e vida familiar. Essas flutuações de humor geralmente incluem tanto “altos”, a mania, quanto “baixos”, a hipomania, ou episódios depressivos.

O canabidiol, ou CBD, tem sido apontado como uma possível forma de tratar os sintomas do transtorno bipolar. Embora haja algumas evidências de que o óleo cbd pode ajudar pessoas com transtorno bipolar, não houve pesquisa suficiente para estabelecer sua segurança e eficácia a longo prazo.

Saiba mais sobre o CBD para transtorno bipolar, incluindo sua segurança, eficácia, desvantagens e alternativas.

O Que é CBD?

O CBD é um dos ingredientes ativos na planta cannabis sativa (maconha). Embora seja um produto químico derivado da maconha, o CBD não tem propriedades psicoativas como o tetrahidrocanabinol (THC). Em outras palavras, cbd não vai te dar “barato” como provocaria o THC.

Acredita-se que o CBD atue no sistema nervoso central do corpo para produzir um efeito calmante e relaxante que poderia ajudar com a ansiedade e outras condições de saúde mental, como o transtorno bipolar. Algumas evidências sugerem que ele também pode ter propriedades de alívio da dor e capacidades anti-inflamatórias.

O CBD é viciante?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), não há evidência de qualquer risco de dependência química ou vício quando se trata de CBD. 3

E enquanto as restrições legais do CBD variam de estado para estado, nos EUA. A Food and Drug Administration (FDA) legalizou seu uso para testes clínicos. Um produto contendo CBD — Epidiolex — foi aprovado pela FDA em 2018 para uso no tratamento de convulsões em certos distúrbios epiléticos raros na infância. 4

Você pode tomar CBD de várias formas, incluindo:

  • Óleos
  • Tinturas (extratos vegetais dissolvidos em um solvente de álcool)
  • Comprimidos e cápsulas
  • Comestíveis, como chicletes
  • Tópicos, como loções e cremes

Como o status legal do CBD varia tanto nos Estados Unidos, é sempre prudente verificar suas leis locais e estaduais antes de comprar qualquer produto que contenha CBD.

Humor eutímico no transtorno bipolar: como realmente se sente

A Ciência Por Trás do CBD

O óleo de CBD ainda não está completamente estabelecido como um tratamento baseado em evidências para transtorno bipolar. A pesquisa está em andamento, com muitos ensaios em andamento.

No entanto, acredita-se que o CBD funciona agindo no sistema endocanabinoide do organismo  (ECS). O sistema endocanabinóide ainda não é inteiramente compreendido pelos pesquisadores, mas alguns acreditam que ele desempenha um papel em muitas funções importantes, como a regulação da dor e do humor, bem como a inflamação. 5

Pesquisas iniciais indicam que o CBD pode servir como estabilizador de humor para pessoas com transtorno bipolar. 6

Uma revisão de 2020 argumenta que o CBD pode ser útil no tratamento de episódios depressivos associados ao transtorno bipolar devido aos seus efeitos calmantes e antidepressivos. 7

Um estudo clínico de 2020 sugere que o CBD pode ser benéfico como um tratamento “adjunto”, ou suplementar, para depressão bipolar. 8

O CBD também tem se mostrado com efeito redutor de ansiedade e mostra potencial terapêutico no tratamento de vícios. Isso pode ser benéfico para pessoas com transtorno bipolar, pois muitas pessoas com transtornos de humor também têm condições de saúde mental comorbas, como transtornos de ansiedade e transtorno do uso de substâncias. 9

CBD e seus benefícios potenciais

O CBD está sendo investigado para uso no tratamento de uma série de transtornos de saúde mental e condições neurológicas. Estes incluem esquizofrenia, transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), transtornos de ansiedade, depressão, vício e doença de Alzheimer. 10

Transtorno Bipolar e Álcool

Inconvenientes

Há certas desvantagens em tomar CBD para transtorno bipolar. Pessoas que usam produtos CBD podem experimentar uma série de efeitos colaterais, incluindo:

O CBD também pode interagir com outros medicamentos, como anticoagulantes, e pode afetar suas enzimas hepáticas. 11

Se você tomar CBD, é importante avisar seu provedor de saúde para que eles possam avisá-lo sobre quaisquer interações medicamentosas potenciais ou efeitos negativos em sua função hepática. Você também não deve beber álcool se estiver usando CBD, pois a interação entre as duas substâncias pode aumentar seus efeitos sedativos.

Há evidências limitadas em estudos iniciais em animais de que o sistema reprodutivo masculino pode ser afetado pelo uso de CBD. Então, se você está tentando engravidar, você pode querer adiar o uso do CBD ou perguntar ao seu provedor de saúde se o CBD é seguro de usar. 12

Além disso, a maioria dos produtos que contêm CBD não são regulamentados ou aprovados pela FDA. Isso significa que você não pode garantir que o que você compra é seguro, puro ou de alta qualidade. Um produto CBD pode conter THC ou até contaminantes como pesticidas, por isso escolha cuidadosamente. 13

Transtorno Bipolar e Genética

Alternativas CBD

Existem muitas alternativas baseadas em evidências para o uso de CBD para sintomas de transtorno bipolar. Aqui estão alguns dos muitos tratamentos alternativos disponíveis para transtorno bipolar:

  • Medicação: Há uma série de medicamentos prescritos disponíveis para tratar os sintomas do transtorno bipolar. Estabilizadores de humor como lítio, bem como anticonvulsivos e antipsicóticos, podem ser prescritos por um psiquiatra para ajudar a regular seus humores.
  • Psicoterapia: A terapia de conversa com um psicoterapeuta de confiança, bem como grupos de apoio liderados por conselheiros qualificados de saúde mental, podem ajudá-lo a superar os desafios emocionais e sociais de viver com transtorno bipolar.
  • Exercício: O exercício regular  pode ajudar pessoas com transtorno bipolar liberando endorfinas que melhoram sua sensação de bem-estar.
  • Técnicas de relaxamento e atenção plena: Técnicas de relaxamento, como exercícios de respiração e técnicas de atenção plena, como yoga e meditação, podem ter um efeito calmante e ajudá-lo a regular suas emoções em momentos de estresse.
  • Higiene do sono: A insônia e a privação crônica do sono podem piorar os efeitos do transtorno bipolar. Praticar bons hábitos de sono, como ir para a cama ao mesmo tempo todas as noites, pode ser um longo caminho para conter os sintomas do transtorno bipolar.

Estabilizadores de humor natural: tipos, benefícios, cuidados, usos

Resumo

Alguns pesquisadores acreditam que o CBD, um composto químico derivado da maconha, pode ser útil no tratamento de alguns dos sintomas do transtorno bipolar e outras condições de saúde mental.

As primeiras evidências sugerem que o óleo cbd poderia desempenhar um papel na regulação do humor e aliviar a depressão. As desvantagens podem incluir efeitos colaterais leves a moderados, como náusea e fadiga, bem como potenciais interações medicamentosas e efeitos negativos na função hepática.

Os tratamentos alternativos para o transtorno bipolar incluem medicamentos prescritos, psicoterapia, técnicas de atenção plena e mudanças no estilo de vida.

Resumindo

Acredita-se que o CBD seja seguro e potencialmente eficaz no tratamento de várias condições de saúde mental, incluindo o transtorno bipolar. No entanto, não é aprovado pela FDA como um tratamento para transtorno bipolar, e a pesquisa sobre seus benefícios e efeitos colaterais a longo prazo ainda está em andamento.

Se você decidir tomar CBD para transtorno bipolar, certifique-se de informar seu provedor de saúde para que eles possam alertá-lo sobre quaisquer efeitos colaterais potenciais ou interações medicamentosas.

PERGUNTAS FREQUENTES

  • O CBD interage com medicamentos bipolares?

Pesquisas sobre CBD e suas potenciais interações com outras drogas estão em andamento. Há algumas evidências preliminares de que o CBD poderia interagir com o lítio, que é frequentemente prescrito para pessoas com transtorno bipolar como estabilizador de humor. Essa interação pode causar toxicidade de lítio, uma condição grave. 14

  • Qual é a diferença entre CBD e cannabis?

O CBD, ou canabidiol, é um dos compostos químicos (chamados “canabinóides”) encontrados na planta cannabis sativa. A cannabis também contém tetrahidrocanabinol (THC), o principal componente ativo da maconha. Ao contrário do THC, o CBD não tem propriedades psicoativas; em outras palavras, não lhe trará uma viagem.

Como encontrar um produto CBD de alta qualidade?

O único produto aprovado pela FDA contendo CBD é um óleo de CBD de grau farmacêutico chamado Epidiolex, que é usado para prevenir convulsões em pessoas com dois distúrbios epilépticos diferentes na infância. Como a maioria dos produtos CBD não são regulados pela FDA, é importante verificar os rótulos dos produtos você mesmo.

Verifique sempre o certificado de análise do seu produto CBD (COA) para ver se ele foi testado para THC e contaminantes. Além disso, o CBD derivado do cânhamo cultivado nos EUA em vez de no exterior pode ser uma aposta mais segura em termos dos requisitos federais e locais de teste.

Traduzido por Cláudio Souza do original em CBD for Bipolar: Treatment, Effectiveness, Alternatives escrito por Laura Dorwart, publicado em 12 de julho de 2022

Se você tem a necessidade de mais informações sobre óleo de canabidiol e mesmo sobre os procedimentos para importa-lo, procure por mim em 13 991 585 780. Cláudio Souza

Medicamente revisado por Erika Prouty

National Institute of Mental Health. Bipolar disorder.

Blessing EM, Steenkamp MM, Manzanares J, Marmar CR. Cannabidiol as a potential treatment for anxiety disorders. Neurotherapeutics. 2015;12(4):825-836. doi:10.1007/s13311-015-0387-1

Open Access Government. A World Health Organization perspective on cannabidiol (CBD).

Food and Drug Administration. FDA approves first drug comprised of an active ingredient derived from marijuana to treat rare, severe forms of epilepsy.

Harvard Health. The endocannabinoid system: Essential and mysterious.

Grinspoon L, Bakalar JB. The use of cannabis as a mood stabilizer in bipolar disorder: anecdotal evidence and the need for clinical researchJ Psychoactive Drugs. 1998;30(2): 171-177. doi:10.1080/02791072.1998.10399687

Khan R, Naveed S, Mian N, et al. The therapeutic role of cannabidiol in mental health: a systematic review. J Cannabis Res. 2020;2(2). doi:10.1186/s4438-019-0012-y

ClinicalTrials.gov. Cannabidiol as an adjunctive treatment for bipolar depression.

Oberbarnscheidt T, Miller NS. The impact of cannabidiol on psychiatric and medical conditionsJ Clin Med Res. 2020;12(7):393-403. doi:10.14740/jocmr4159

Edward-Elmhurst Health. CBD oil: What is it and how does it work?

Harvard Health. Cannabidiol (CBD) – what we know and what we don’t.

Food and Drug Administration. What you need to know (and what we’re working to find out) about products containing cannabis or cannabis-derived compounds, including CBD.

U.S. Food and Drug Administration. FDA warns 15 companies for illegally selling various products containing cannabidiol as agency details safety concerns.

Singh RK, Dillon B, Tatum DA, et al. Drug-drug interactions between cannabidiol and lithiumChild Neurol Open. 2020;7. doi:10.1177/2329048X20947896

Tem algo a dizer? Diga!!! Este blog, e o mundo, é muito melhor com amigos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.