Síndrome de wasting por HIV e perda de peso

Síndrome de Wasting por HIV E Perda de Peso, Os Fatos

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Síndrome de wasting ou perda de peso excessiva é uma dentre muitas das complicações que a infecção por HIV pode trazer, a despeito do tratamento com Terapia Antirretroviral. Sabe-se, há pouco tempo, que o curso que o HIV percorre na condução do organismo a um estado de deficiência imunológica (AIDS) difere do que se acreditava desde o início da epidemia. A descoberta foi documentada em vídeo, por cientistas.

É um processo chamado “sinapse viral“. Ninguém esta zerado por estar em acompanhamento médico por causa do HIV. Pois, só na cabeça de pessoas desinformadas poderia prosperar a ideia simplista resumida nestas palavras: “É só tomar um comprimidinho”. É banalização irresponsável da infecção por HIV e da AIDS!

Síndrome de wasting
Publicado em outro blog, surpreendeu-me o atiista (…) autor do blog veicular este comentário. Surpreendeu mesmo? Humm…..

Compreendendo a Síndrome de Wasting por HIV

 

 

A síndrome de caquexia por  HIV é definida como a progressiva, involuntária perda de peso observada em pacientes com HIV. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) classificaram a perda de HIV como uma condição definidora da AIDS em 1987 e caracterizaram-na pelos seguintes critérios:

  • Perda de peso de pelo menos 10%
  • Presença de diarreia ou fraqueza crônica;
  • Febre documentada
  • Duração de pelo menos 30 dias
  • Não atribuível a uma condição concomitante infecção pelo HIV própria

Emaciação não deve ser confundida com perda de peso, a última das quais implica na perda de peso corporal. Em contraste, a perda de peso se refere à perda de tamanho e massa corporal, principalmente a massa muscular magra. É possível, por exemplo, que alguém com HIV perca uma massa muscular significativa enquanto experimenta um aumento na gordura corporal.

 

Causas da Caquexia Ou Perda de Peso por Wasting

 

Durante a infecção pelo HIV, o corpo pode consumir muitas de suas reservas de energia. Na verdade, os estudos mostraram que as pessoas com HIV — mesmo aquelas que são saudáveis ​​e assintomáticas — queimam em média 10% mais calorias do que as pessoas sem infecção. Uma vez que a proteína é gordura mais facilmente convertida em energia do que gordura, o corpo geralmente metaboliza a proteína muscular primeiro quando os suprimentos estão esgotados ou indisponíveis no sangue.

O esgotamento da proteína sérica pode ser o resultado de desnutrição ou de um distúrbio de má absorção em que o corpo é simplesmente incapaz de absorver nutrientes. Nos casos de perda de HIV, a diarreia crônica está mais comumente associada à má absorção nutricional e pode ser o resultado do próprio HIV, pois o vírus causa danos aos tecidos da mucosa do intestino.

Essa perda gradual (e às vezes profunda) de massa muscular é observada com mais frequência em pessoas com AIDS, embora possa ocorrer em qualquer estágio da infecção pelo HIV.

Síndrome de Wasting por HIV e terapia antirretroviral

 

Antes do advento da terapia antirretroviral combinada (TARV), a prevalência de emaciamento era estimada em 37%. No entanto, apesar da eficácia da TARV, o definhamento (A síndrome de wasting caracteriza-se por este definhamento) ainda é uma preocupação significativa, com alguns estudos sugerindo que algo entre 20% e 34% dos pacientes experimentarão algum grau de definhamento, embora não nos níveis catastróficos vistos anteriormente.

Embora a TARV seja conhecida por melhorar a perda de peso e a desnutrição em pessoas que vivem com HIV, ela pode não prevenir necessariamente a perda de massa muscular. Mais preocupante ainda é o fato de que a perda de apenas 3% da massa muscular pode aumentar o risco de morte em pacientes com HIV, enquanto a perda de mais de 10% está associada a um risco quatro a seis vezes maior.

Tratamento e prevenção Da Síndrome de Wasting

 

Atualmente, não existe uma abordagem padronizada para o tratamento da perda de massa muscular ligada à síndrome de wasting por HIV, uma vez que muitas vezes, há fatores sobrepostos que contribuem para a doença (por exemplo, doença concomitante, efeitos do tratamento com drogas, desnutrição). No entanto, existem diretrizes gerais a serem seguidas a fim de abordar de maneira mais eficaz a perda de peso e emaciação em pessoas com HIV:

  • Bem, o início da TARV para reduzir o risco de infecção oportunista, incluindo aquelas do trato gastrointestinal. Desta forma tenta-se evitar diarreias.
  • Ajuste da dieta para aumentar a ingestão calórica em 10% (e até 30% nos que estão se recuperando de doenças). O equilíbrio alimentar de gorduras, carboidratos e proteínas deve permanecer o mesmo. A educação nutricional e o aconselhamento devem ser explorados para aqueles que têm problemas de peso (incluindo baixo peso ou síndrome metabólica) ou falta de acesso a alimentos saudáveis.
  • Garanta exercícios regulares, com foco no treinamento de resistência. É o melhor caminho para construir ou manter a massa muscular.

 

Embora a eficácia da terapia de reposição de testosterona permaneça obscura no caso de perda de massa muscular relacionada ao HIV, ela pode ser solicitada nos casos em que a deficiência de testosterona (hipogonadismo) é observada.

Nutrinição e Wasting.

Alimentação balanceada e síndrome de wasting
Imagem de dandelion_tea por Pixabay

 

Embora produtos nutricionais líquidos possam ser úteis para pessoas com dificuldade em comer alimentos sólidos. E, também, para aquelas que não comem. Pois não conseguir ganhar peso, um sério problema no quadro de síndrome de wasting.

No entanto, como todos os suplementos dietéticos, eles não têm como objetivo substituir uma dieta adequada e equilibrada.

 

Assim, mesmo que um multivitamínico diário seja recomendado para garantir uma ingestão dietética ideal, há pouca evidência para sugerir que a suplementação individual de micronutrientes tenha qualquer impacto ou benefício nos casos de perda de HIV e, temo dizer,  pode, de fato, exacerbar a diarreia e a má absorção se tomada em excesso.

 

Assim, em caso de diarreia persistente ou crônica, recomenda-se a investigação clínica e diagnóstica para identificar as possíveis causas. Os medicamentos antidiarreicos devem ser prescritos para ajudar a aliviar ou reduzir a gravidade da diarreia e do desconforto intestinal.

Ter HIV é Algo Sério em Sua Vida. Não é o fim, se você se cuidar. Teste-se!

Tenho HIV? -FAQ O que é Indeterminado no Teste de HIV?

 

Embora em caso de perda severa, o uso de hormônio de crescimento humano (HGH) pode ajudar a restaurar a massa muscular perdida. No entanto, o tratamento é extremamente caro e os efeitos tendam a diminuir quando o tratamento é interrompido.

Desta forma, os investimentos neste tratamento tendem a se perder. 

 

Traduzido por Cláudio Souza do original em Understanding HIV Wasting Syndrome escrito por By James Myhre & Dennis Sifris, MD 

Atualizado em 23 de setembro de  2020

 Revisado pela Dra  Latesha Elopre, MD, MSPH

Viver com HIV é tão simples como ter Diabetes?

Bem, neste âmbito, seria importante ler um pouco mais e entender um pouco sobre lipodistrofia. E um pouco mais: O que pode ser feito em casos de lipodistrofia?

Veja bem, eu não quero que você termine o texto apavorado. Se você se assustou com o texto, porque tem HIV ou, porque acabou de descobrir-se como pessoa vivendo com HIV.

Há pessoas que parecem querer minimizar a infecção por HIV dizendo que ter HIV é como ter diabetes. e, com efeito, pode ser. Mas, por favor, veja que viver com o diabetes não é simples.

Há vida com HIV, talvez fosse bom você ler este aqui: sou soropositivo (portador de HIV) e agora?

 

Fontes:

https://soropositivowebsite.wordpress.com/sinapses-virais-o-hiv-nao-causa-a-aids-da-maneira-como-pensamos/

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Tem algo a dizer? Diga!!! Este blog, e o mundo, é muito melhor com amigos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.