Afro-Descendentes E HIV/AIDS

Afro-Descendentes E HIV/AIDS Como e porque Os Afeta

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Afro-Descendentes E HIV/AIDS Como e porque afetam homens e mulheres afrodescendentes. É preciso saber, entender, para combater e se cuidar![/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Como o HIV e a AIDS afetam os afro-Descendentes, e porque .

 

De várias maneiras , Os afro-descendentes foram mais atingidos pelo HIV do que qualquer outro grupo racial ou étnico no mundo. Uma porção maior dessa comunidade recebe diagnósticos de AIDS e tem mortes relacionadas ao HIV. Em média, os afro-descendentes com AIDS não vivem tanto quanto os outros grupos.

A AIDS é a principal causa de morte em afro-descendentes, especialmente em mulheres jovens. O CDC afirma que, em 2016, quatro vezes mais mulheres negras foram diagnosticadas com HIV do que mulheres hispânicas ou brancas.

Por que os números são tão altos?[/vc_column_text][vc_column_text css_animation=”rotateInDownLeft” el_id=”01-afro-descendentes-e-hiv-aids-“]

Homens e mulheres afrodescendentes E HIV/AIDS Como e porque Os Afetam. Falta de Conscientização, Desconfiança e Medo

Muitos negros podem ser HIV positivos e não saber disso, portanto, continuam a espalhar o vírus e, ao mesmo tempo, adoecem. Em 2014, apenas 59% dos afro-descendentes que vivem com o HIV estavam tomando remédios para ele. Em 2015, mais da metade das pessoas que morreram de HIV eram afro-descendentes.

Alguns afro-descendentes ainda acreditam erroneamente que o HIV é uma doença gay branca. Isso torna difícil ensiná-los sobre o HIV ou fazer com que falem sobre seu status sorológico.

Parte do problema pode ser uma desconfiança persistente da comunidade negra em relação às fontes governamentais de informação e pesquisa. O histórico Tuskegee Syphilis Study fez testes médicos prejudiciais em afro-descendentes, sem seu conhecimento, por 40 anos.

O estigma em torno da homossexualidade também pode silenciar os homens afro-descendestes que fazem sexo com homens. Homens negros “passivos”, que fazem sexo com homens, sentem, naturalmente, que não podem contar a suas parceiras sexuais e isso, mais uma vez, agrava a situação das mulheres.

Muitas ezes eu, Cláudio, me envergonho de ser homem…

[better-ads type=”campaign” banner=”none” campaign=”196323″ count=”2″ columns=”1″ orderby=”rand” order=”ASC” align=”center” show-caption=”1″ lazy-load=””][/better-ads]

Afro-Descendentes E HIV/AIDS: Sexo desprotegido e DSTs

A maioria dos homens e mulheres afrodescendentes contrai o HIV quando não usa preservativo ou outra proteção ao fazer sexo com um homem. É menos provável que um homem negro contraia o HIV de uma mulher. E é mais provável que um homem negro do que um homem branco contraia o HIV fazendo sexo com homens.

É mais fácil para alguém que tem outra doença sexualmente transmissível (DST), como gonorréia, pegar ou transmitir o HIV, e as taxas de infecção por DST são mais altas para os afro-descendentes.

Pobreza

 

Como um grupo, os afro-descendentes têm mais probabilidade de não ter seguro ou ter seguro público do que os brancos. Eles podem não ter acesso a informações ou a tantas opções de teste HIV e tratamento de. Pode ser mais difícil encontrar apoio e serviços para ajudar a viver com HIV ou AIDS e doenças relacionadas.

As mulheres podem sentir que não podem se proteger em um relacionamento sexual quando dependem do parceiro financeiramente, negociar o uso da camisha, bem o sei, pode acabar em pancadas.

É soda…[/vc_column_text][vc_column_text css_animation=”rotateInDownRight” el_id=”afrodescendentes-consumindo-drogas-e-hiv”]

Afro-Descendentes E HIV/AIDS O Uso de Drogas

 

Compartilhar agulhas ou seringas de drogas com alguém que está infectado com o HIV é a segunda forma mais comum pela qual homens e mulheres afrodescendentes contraem o HIV. Ele espalha o HIV através  do contato com sangue contaminado.

Ficar alto (bem louco, eu diria) perturba nossa capacidade de pensar e pode levar a um comportamento sexual de risco.

A dependência de drogas ou o vício podem piorar os problemas de dinheiro. E as pessoas podem estar dispostas a trocar sexo inseguro por drogas.[/vc_column_text][vc_column_text css_animation=”bounceInDown”]

Como reduzir o impacto do HIV/AIDS entre Afro Descendentes

Conscientizar sobre o que é o HIV, e o que ele está causando à comunidade afro-americana é um começo. O CDC e outras organizações estão tentando mudar as ideias sobre o HIV e a AIDS para que mais negros se sintam seguros ao falar sobre isso e façam o teste e sejam tratados.

Para evitar infecções por HIV, pratique sexo seguro.

Pergunte ao seu parceiro sobre seu status sorológico. Use um preservativo de látex, camisnha, para deixar claro e lubrificante à base de água, como o KY, pois é o que uso, toda vez que fizer sexo ajuda muito Se você acha que pode ter uma DST, consulte seu médico e faça o tratamento.

Pense se você deve fazer o teste de HIV sempre que fizer um check-up médico. Faça disso uma parte de se manter saudável.

Não tenha medo de pedir ao seu médico um teste de HIV. Tenha medo, sim, de ter HIV e não o saber.

Sabendo, você trata, tratando, sua expectativa de vida é como a minha: Normal, se alguém puder me dizer o que é isso…

Sempre use agulhas e seringas limpas para drogas injetáveis; não reutilize um depois de outra pessoa. Experimente aconselhamento ou tratamento para ajudá-lo a parar de usar drogas.

Traduzido por Cláudio Souza, para o Blog Soropositivo em 17 de Março de 2021

RevisadoJonathan E. Kaplan, MD em 19 de outubro de 2020.

Há vida com HIV

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Sugestões de Leitura da Inteligência Artificial

empre há mais a saber, a aprender. Conhecimento, ao que sabemos, não ocupa espaço!

E se você quer comentar, por favor, desça um pouco mais, ok?

  1. Janela imunológica de 30 a 60 dias é confiável? E o de 4ª geração?
  2. PrEP e Relacionamentos sorodiscordantes
  3. HIV e Riscos de Contágio
  4. Risco de pegar HIV! Quais São Os Seus Riscos Nestes cenários?
  5. HIV/AIDS bem explicados
  6. O que significa soropositivo
  7. O retorno da sífilis, a um dia chamada “doença do Cupido”
  8. 01- Sintomas Do HIV Significam Que Tenho HIV?
  9. HIV ou AIDS? Sou Reagente, e agora? Vida Que Segue!
  10. Tenho HIV? Se Deu reagente, sim!

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][bs-slider-3 category=”+35870106,581673210,581720874,-581719166″ tag=”” count=”4″ post_ids=”” offset=”” featured_image=”0″ ignore_sticky_posts=”1″ author_ids=”” disable_duplicate=”0″ time_filter=”” order=”DESC” order_by=”date” orderby_meta_key=”” orderby_meta_value_type=”CHAR” _name_1=”” post_type=”” taxonomy=”” _name_2=”” cats-tags-condition=”and” cats-condition=”in” tags-condition=”in” animation=”fade” slideshow_speed=”7000″ animation_speed=”600″ control_nav=”1″ title=”” hide_title=”1″ bs-show-desktop=”1″ bs-show-tablet=”1″ bs-show-phone=”1″ custom-css-class=”” custom-id=”” override-listing-settings=”0″ listing-settings=”” bs-text-color-scheme=”” css=””][/vc_column][/vc_row]

Tem algo a dizer? Diga!!! Este blog, e o mundo, é muito melhor com amigos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.