Testes de HIV - teste de quarta geração

Testes de HIV E Se os meus estiverem  errados”? HIV Fobia

Testes de HIV e teste de quarta geração são sempre confiáveis? Sim, mas muitos não creem nisso. Muitos deles baseados em informações desencontradas. Muitas vezes postas ali para disseminar medo. Em outras, mera ignorância! Como se maldade, digamos assim, também não fosse filha da ignorância. Desta forma, sempre encontro esta pergunta em meus dias.

Testes de HIV E Se Os Meus Estiverem  Errados? 

Por Damon L. Jacobs

Pergunta:

Há dois anos, eu tive sexo anal receptivo sem proteção com alguém cujo status sorológico para HIV eu não conheço. Fui testado em três semanas (com um teste de quarta geração), sendo o resultado negativo. Um pouco mais de um ano após a possível exposição, fiquei com  pneumonia.

Embora respondesse aos antibióticos em casa, parecia mais sério do que  as pessoas da minha idade (26) geralmente têm. Então, naturalmente, eu  pesquisei no Google e surtei.

Encontrei uma página na web que dizia que a pneumonia bacteriana pode  ser a primeira manifestação clínica do HIV. Então, eu fiz o teste novamente (com um teste de quarta geração) um ano e nove meses após a possível  exposição, e, mais uma vez, foi negativo.

O problema é que fico aterrorizado toda vez que fico resfriado por causa  de pneumonia (porque li pneumonia recorrente é indicativa de HIV), e me  pergunto:

Devo fazer outro teste? Ou um teste de carga viral para ter certeza?

Estou preocupado em estar que, por algum motivo, sem produzir  anticorpos, mas que tenho HIV e que isso não está sendo detectado por um  teste. (Na verdade, eu Cláudio, o digo: Três testes — aqui declarados -…)

E Se os Testes de HIV estiverem  errados?

Eu poderia ser uma daquelas pessoas que tem HIV, mas nunca se  soroconverte (um imunosilencioso)? Estou enlouquecendo e não sei o que fazer. Por favor me dê  sua opinião!

Resposta 

Vou começar com a resposta curta aqui: você não adquiriu o HIV neste  encontro. O teste de quarta geração realizado em três semanas confirmou  isso. O teste de quarta geração realizado um ano e nove meses após essa  exposição confirmou o que já estava comprovado.

Não sei se você é uma pessoa soronegativa que nunca se converterá. O  que posso lhe dizer é que é muito improvável que você se reconvertesse  após apenas uma exposição ao HIV.  Mesmo que seu parceiro esteja  vivendo com HIV e mesmo que ele tenha uma carga viral detectável — e esses são dois bons questionamentos seus! — suas ​chances de contrair o HIV a partir de  uma exposição através do sexo anal receptivo​ são de aproximadamente 1  em 72 (1,43%).

Isso não é zero, mas é bastante baixo. 

As soroconversões para infecções por HIV geralmente ocorrem após múltiplas exposições. 

Sua frase, “Então, naturalmente, eu pesquisei no Google e enlouqueci”, fala  muito sobre o que realmente está acontecendo aqui, e é indicativo da bênção e maldição de nossa era da informação. E as pessoas se recusam a confiar em, testes de HIV de quarta geração! Ou quaisquer outros por conta de mentiras, fakenews na WEB!

Em geral, penso que é uma vantagem vivermos em uma época em que  informações sobre sinais precoces de soroconversões de HIV estão  disponíveis para qualquer pessoa com uma conexão Wi-Fi.

Por outro lado,  pode criar, e efetivamente cria, uma dinâmica em que as pessoas leem sobre os sintomas do  HIV e depois manifestam mentalmente esses sintomas.

 É Uma Somatização, eu Digo… Eu não estou louco! Ele/Ela/Eles/Elas Dizem!

É um jogo complicado que nossa mente pode jogar quando estamos ansiosos, com medo e examinando a Internet o tempo todo. 

Agora, aqui está uma pequena história: em 2011, uma das minhas  cantoras favoritas, Stevie Nicks, estava embarcando em uma turnê  extraordinariamente pequena nas principais cidades dos EUA. Ela era  saudável, forte, sóbria, enérgica e queria tocar em locais intimistas, onde pudesse se sentir conectada ao seu público.

Aconteceu que seu primeiro novo álbum solo em 10 anos seria lançado ao mesmo tempo que meu  aniversário, e ela apareceria em um teatro muito pequeno perto de onde eu morava.

Eu completaria 40 anos, compraria seu novo álbum e a veria ao vivo e de  perto, tudo na mesma semana!

Um sonho de vida tornado realidade! 

Mas Stevie nunca chegou à cidade de Nova York. E porque não?  

Porque ela, como mais de 400.000 americanos,  foi atingida por pneumonia  naquele ano, fazendo-a cancelar todas as datas de sua turnê. ​A pneumonia  é uma infecção muito comum e brutal​ que mata mais de 900.000 crianças  em todo o mundo a cada ano. Portanto…

Pneumonia Não É Sinônimo de Infecção Por HIV. Nem de AIDS!

Não é sinônimo de HIV, e é facilmente disseminado pelo contato casual  com saliva ou muco. — Eu, Cláudio Souza, parei de contar na oitava ou  nona, nem sei mais. Só apareceu a liberação para vacinar pessoas com  HIV contra a pneumonia e ela sumiu.

Por que, meus amados leitores e leitoras, vocês não fazem isso? Por que fazem repetidos testes  de HIV de quarta geração e não aceitam os resultados? O que falta para acreditarem? Seu remorso e sua culpa, ou sua vergonha, não dilatam a janela imunológica e nem anulam os testes!

Eu sei que algumas pessoas podem associar pneumonia à AIDS, uma vez  que muitas pessoas com AIDS morreram de pneumonia quando expostas  antes de termos um tratamento eficaz para o HIV. Mas isso não significa  que, agora, ou mesmo em qualquer tempo, que ter pneumonia é um sinal de ter AIDS ou ser HIV positivo. E os testes de HIV de quarta geração resolveriam estas dúvidas facilmente, se vocês aceitassem a ciência!

Stevie  Nicks com certeza não é, e nem a maioria das crianças que sofrem  gravemente com pneumonia a cada ano. Embora a “​Fobia da AIDS​” não seja um diagnóstico clínico oficial, é  frequentemente usada para descrever pessoas que acreditam ter HIV,  apesar de não terem sido expostas, e que não acreditam em exames  médicos que retornam com resultado negativo para o HIV. Os TESTES DE HIV DE QUARTA GERAÇÃO SÃO CONFIÁVEIS!

Muitas vezes, terapia e medicamentos podem ajudar.

Eu Sou Uma Pessoa vivendo com HIVMinha opinião é que você poderia falar com um terapeuta em sua área.  Espero que isso ajude você a iniciar o processo de priorizar a racionalidade  sobre o terror e colocar os fatos sobre os medos.


Traduzido em 09 de Setembro de 2019 por Cláudio Souza do texto em HIV Fears Two Years After Unprotected Receptive Anal Sex  Escrito por Damon L. Jacobs, LMFT  ESPECIALISTA em 11 de junho de 2019

Tem algo a dizer? Diga!!! Este blog, e o mundo, é muito melhor com amigos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.